terça-feira, 25 de novembro de 2008

Função Sexual - LVM

No seguimento do artigo anterior, gostaria de sugerir a consulta do link abaixo referido. Acho que, além de complementar a informação anterior também poderá ajudar as pessoas que necessitem de esclarecer algumas das suas dúvidas. Espero que seja útil...


http://www.scml.pt/media/revista/rev_20/sexualidade.pdf

.

3 comentários:

Nuno disse...

Muito obrigado

É tão bom saber que alguém não descorou este problema e continua a tentar ajudar.

Desculpa dizer isto mas emoção apropriou-se de mim quando vim ver o blog e reparei nesta indicação.

Deverias ser uma referência para todas as TERAPEUTAS..

Já fizestes mais por mim do que todas as terapeuta que tive e a quem fiz perguntas e nada me explicaram.

A frieza e a desumanização como tenho sido acompanhado, esbarram no calor e no carinho que tenho recebido aqui.

Digo-te com lágrimas na face muito OBRIGADO

Jorge mendes disse...

Nuno

O teu comentário emocionou-me.

Nem sei quem tu és, mas sei, e sinto o que leio.

E é por isso que quero deixar aqui o seguinte comentário:

Um HOMEM não se vê pela altura, pelo físico pela cor, vê-se sim pelo seu carácter, pela sua Alma.

Tens demonstrado nos teus comentários que estas a perder a força fruto da sociedade que nos rodeia. Não o faças.

Quem quer que tu sejas, já és um HEROI sabias?

Os heróis não são aqueles que lutam de capa, ou que voam, mas sim aqueles que lutam e sobrevivem com os percalços da vida, tornando-se um exemplo para todos.

A indiferença das pessoas para contigo, não é mais do que o egoísmo e a raiva que sentem, de não terem a tua força e a tua coragem. Acredita.

Tenho a certeza que esta fase vai passar, e que vais conseguir atingir os teus objectivos.

Força, coragem, acredita em ti.

Eu acredito

Nuno disse...

Jorge

O eco das tuas palavras deixou um silêncio em mim.

Foi como um arrepio.

O que dizer.

As palavras faltam-me para te agradecer.

Tens razão estava mesmo a perder animo e coragem.

Não sou um herói, mas vou a luta para poder honrar homens como tu.

Muito obrigado