quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Dores nas Costas

As dores nas costas não são propriamente uma doença em si, mas um sintoma. O seu aparecimento revela que algo está mal, embora não especifique o quê.

A maior parte das pessoa já tiveram dores nas costas. Algumas são causadas por uma qualquer pressão mecânica ou dano nas costas que passam relativamente depressa. Uma má postura, esforços repetidos e o peso dos anos podem ser os responsáveis. No entanto, existem dores que são provocadas por desequilíbrios osteo-articulares, os quais necessitam de ser avaliados caso a caso.

Relativamente ao primeiro tipo de dores, por vezes basta alterar alguns hábitos errados, fazendo assim com que o estimulo desencadeador da dor seja eliminado.

No que respeita ao segundo tipo de dor referido, é muito importante que as pessoas tenham uma correcta avaliação da sua condição clínica. Só assim se poderá ter uma correcta e eficaz intervenção.

No entanto, e não sendo, de forma alguma, a solução para todos os problema, existem alguns exercícios que podem ser feitos em casa, isto porque, a maior parte das dores nas costas advêm de desequilíbrios musculares. Isto quer dizer que, fazendo fortalecimento muscular pode vir a corrigir desequilíbrios existente.

É de extrema importância saber que, um fortalecimento mal feito pode vir a desencadear ainda mais problemas, daí a importância da avaliação inicial (ver os músculos que já estão mais encurtados, ver os que necessitam de ser fortalecidos, etc…). No final dos exercícios é importante fazer alongamentos.



Exemplo de exercícios:





Exemplo de Alongamentos:


Susana, no que respeita ao seu caso, provavelmente, e sem ter conhecimento do seu real problema, você deve ter essas dores por passar bastante tempo a estudar, ao computador, etc…, provavelmente com posturas incorrectas e que exigem grande solicitação dos músculos da região afectada. A natação é normalmente o desporto de eleição nestes casos, pois fortalece a musculatura em geral, mas as modalidades que exigem manutenção da postura também podem ser benéficas como o Yoga e o Pilates.

Acima de tudo, o que deve fazer, caso seja o caso é começar por corrigir as posturas incorrectas.

Caso este caso se aplique a si, deve insistir nos seguintes exercícios e alongamentos:





Fortalecimento dos Músculos da Região Dorsal e Ombros
- Empurrar os cotovelos contra o solo e tentar descolar as omoplatas
- Deslocar 10 vezes
- Não empurrar com a cabeça contra o solo




Retração Escapular Usando a Faixa Terapêutica:
Fazer um nó no meio de uma faixa de um metro e meio.
Prender o nó em uma porta fechada, mais ou menos na altura dos ombros.
Posicionar-se a um metro de distância da porta segurando uma extremidade da faixa em cada mão.
Elevar as mãos, acima da altura dos ombros, com os cotovelos, as mãos e os ombros paralelos ao chão.
Comprimir as escápulas, uma de encontro à outra e puxar os cotovelos para trás, causando resistência e tencionando a faixa.
Manter por 5 segundos e retornar à posição inicial.
Fazer 3 séries de 10 repetições.


Alongamento dos Músculos do Tórax
- Os braços estão apoiados num canto da casa
- Dar um passo com a perna direita para diante e deslocar a barriga e o peito para frente
- Alongar 30 segundos
- Repetir 5 vezes
- Deverá sentir uma tensão nos músculos do peito
- Deslocar os braços e cotovelos para baixo ou para cima até encontrar a posição onde esta tensão é mais forte


Alongamento do Trapézio Superior
O músculo trapézio superior conecta o ombro à cabeça.
Sentar em uma posição reta, colocar o braço direito atrás das costas e, gentilmente, puxar a cabeça para o ombro esquerdo, com a mão esquerda.
O alongamento será sentido do lado direito.
Manter 30 segundos, voltar a posição inicial e então fazer para o outro lado.

8 comentários:

Jorge Mendes disse...

Bom dia

Um artigo com bom recorte técnico, respondendo não só a solicitação da Susana (comentário anterior) como as duvidas existentes em muitas pessoas do que fazer para não ter dores nas costas.

Parabéns

Susana disse...

Oi

Obrigado por esclarecer as minhas dúvidas, e ajudar-me a escolher o que fazer para diminuir as dores nas minhas costas.

Tiago Matias disse...

Magnifico

Já não bastava seres a nossa madrinha és também a nossa Dra.

és mesmo o máximo

Força

Ângela Pereira disse...

Bom dia

Alertado para este blog, vim ver se era verdade o que nele continha.

O que poderei dizer: Magnifico, muito útil.

É sempre bom ver alguém dedicar-se ao curso que tirou, divulgando o que aprendeu, juntando a isso a sua experiencia profissional.

Este é o prémio que gostamos de ter.

É este o caminho que todos os profissionais deveriam ter.

Mestre ESSEM

Vitor Daniel disse...

Muito boa tarde

Recebi um e-mail do Jorge, para passar por aqui.
Muito engraçado e útil.
Vou tirar alguns apontamentos para as minhas acções de sensibilização

Técnico de segurança

Vitor daniel

Silvia Figueiredo disse...

Ola

Tenho uma sobrinha de 3 mês que passo a vida a ouvir a tossir e cheia de expectoração;

A minha cunhada tem experimentado tudo desde o Stodal, Actifed, Aerossol com Ventilan etc, etc...

Ouvi aqui na faculdade, falar na massagem respiratória...

Será aconselhável?

Ela não é muito pequenina para isso?

Vai chorar muito?

Gostava de ouvir a sua opinião

Obrigada

Anônimo disse...

Estando a viver numa aldeia do interior, gostaria de desenvolver algum voluntariado na área da protecção articular e conservação de energia.
Sou terapeuta ocupacional e estou reformada.
Tenho mais experiência em patologia neurológica mas estou muito sensivel aquela área.
agradecia a possibilidade de usar as imagens postas no seu blogue.
Obrigada.
Olívia Carmona

Magda Rebelo Jacinto disse...

Cara Olívia Carmona,

A ideia de criar um espaço onde pudesse existir uma troca de conhecimentos e de experiências, entre qualquer pessoa, profissional de saúde ou não, foi o que esteve na génese deste blog.

Conforme sabemos, por vezes não se torna nada fácil encontrar as imagens ideais para aquilo que queremos, acabando por recorrer a sites da internet para as conseguir, pois a oferta é efectivamente maior.

No que me respeita, pode retirar o que quiser do blog. Infelizmente o tempo é que não possibilita a alimentação do mesmo, conforme gostaria.

Ao dispor,

Magda Jacinto